Patrocínio - Nada a Perder

Projeto Cinema Solidário incentiva a exibição do filme em locais com pouco acesso à cultura.

No dia 29 de março de 2018, estreou nos cinemas o filme Nada a Perder, produção da Paris Entretenimento baseada no livro que mostra a trajetória de Edir Macedo, bispo fundador da Igreja Universal. A tendência é que a produção seja exibida em 700 salas na América Latina, África do Sul, Angola e Moçambique, chegando aos Estados Unidos e México nos meses seguintes. Além da divulgação massiva em diversos países, a Netflix comprou os direitos de exibição e adicionará o filme ao seu catálogo até o final de junho.

Márcio Fraccaroli, presidente do grupo Paris Filmes, encarregado da produção explica que “a Paris escolheu rodar essa história porque ela tem que ser contada, é sobre um fenômeno sociológico. O filme vai interessar ao público em geral, independente da crença ou religião. Uma licença narrativa junta alguns personagens e épocas diferentes, alguns nomes são alterados, mas tudo o que está no filme aconteceu de fato”.  Com informações de IG.

Assim como citado pelo CEO do grupo Paris Filmes, independente da questão religiosa, a Cleartech se identifica com as mensagens de renovação e superação de desafios promovidas pelo filme. Por isso, a empresa está patrocinando o Projeto Cinema Solidário, iniciativa de caráter social e de inclusão que irá levar a mensagem a locais remotos. Para realizar esta ação, um ônibus foi adaptado para se tornar um cinema a céu aberto e projetar o filme em mais de 280 cidades que não possuem estrutura. Haverá também 420 exibições itinerantes em 300 presídios e unidades de recuperação de menores infratores.

A marca da Cleartech será divulgada em todos os pontos de exibição do filme, incluindo, banners, vídeos, materiais impressos, bem como no ônibus citado acima. Para saber mais sobre o projeto cinema solidário, assista ao vídeo abaixo.

As filmagens empregaram mais de 100 atores e 6 mil figurantes, contando com locações em São Paulo, Rio de Janeiro, Israel, Estados Unidos e África do Sul. Em seu elenco destacam-se alguns nomes de peso como Petrônio Gontijo, Dalton Vigh e Beth Goulart. A direção é de Alexandre Avancini e tem roteiro do americano Stephen P. Lindsey (de “Sempre ao Seu Lado”) e Emilio Boechat. (Gente – IG.)

Compartilhar